Glee: 2x21 "Funeral" [Review]

19 de mai de 2011

1ª Exibição Original: 17/05/2011

Quando Glee decidi fazer um episódio voltado mais para o drama, então pode ter certeza que eles vão usar tudo que têm para tirar lágrimas até do telespectador mais rabugento da face da terra. E é exatamente o que ocorreu em “Funeral”.

Após meses indagando quem morreria, neste episódio, finalmente temos a resposta: Jean, irmã de Sue. Ela, que ainda esta tentando destruir o New Directions, fica devastada e até tira Becky das Cheerios para nãoi ficar se lembrando de sua irmã. Então, Finn e Kurt reúnem o pessoal do coral e todas organizam o enterro e até uma apresentação em homenagem a Jean.

Sue fica tão comovida pelo apoio de todos do New Directions, inclusive Will, que decide contar a ele que conseguiu mudar a rota do avião para que eles fossem para Líbia e não Nova Iorque para que eles não pudessem concorrer às Nacionais. Também revela que não vai mais tentar destruir mais o clube Glee, pois, vai se focar em concorrer à Deputada para melhor a assistência médica, já que sua irmã sofreu muito com isso. Não sei como vai ficar a série sem sua vilã!

Antes que Will pudesse processar tudo que ela lhe contou, aparece Terri. Ela – que ainda estava na liga do mal ao lado de Sue – diz que conseguiu falar com vice-presidente da companhia área e que ele simpatizou com a história do New Directions e que por isso, arranjou passagens da 1º classe para todos. É por que isso acontece na vida real!! (ironia).

Will desconfia da bondade da ex mulher, porém, ela diz que vai se mudar para Miami para ser gerente de uma das franquias do Sheet´s N´Things. Na minha opinião, estava demorando para tirarem Terri da série. Não há mais o que fazer com essa personagem, então vai ser para melhor.

Outra história que me deixou impaciente envolve Will. Desde o episódio Rumours, Will vem se debatendo com a possibilidade de deixar o colégio para seguir seu sonho ao lado de April. No último episódio (2x20 Promo Queen) nada foi dito sobre o assunto. Porém qual não é o meu choque ao ver Emma ajudando Will a organizar suas coisas dentro de caixas, e lhe desejando boa sorte, já que vai participar do show de April!

Will diz que vai voltar, que vai ser só um tempo (depois das Nacionais). Contudo, as crianças não sabem de nada. A despedida entre ele e Emma foi triste e ao mesmo tempo serviu para mostrar que nem tudo esta perdido. Não sei porque diabos eles não ficam juntos logo.

Agora a história que eu mais esperava envolvia o Jesse! Ele esta de volta no melhor estilo: como consultor para o New Directions. E junto com ele vem discórdia e briga. Primeiramente queria dizer o quanto eu ri, após ele ter dito que Finn cantando e dançando parece um zumbi querendo cagar. 


Enfim, ele concorda com Will sobre continuarem a compor suas próprias canções novamente, mas ele diz que eles devem escolher o mais talentoso e criar a performance em volta dele. Assim eles decidem fazer audições para descobrir quem é o melhor. Essa competição nos trouxe grandes solos. Santana detonou com a canção Back to Black, já a apresentação de Kurt, devo confessar, não achei lá essas coisas. Mas novamente as duas apresentações que foram de tirar o folego foram de Mercedes e de Rachel, muito difícil escolher uma.

Jesse estava sendo totalmente parcial, no melhor estilo Simon Cowell, ele criticou todos de forma cruel, quer dizer nem todos: Rachel foi a única que ele não julgou e ainda disse que sua apresentação foi perfeita. Devo confessar que ela se superou cantando outra música da Barbra Streisand. Realmente o produtor da série gosta de babar por grandes artistas. Jonathan dominou toda a cena, foi até engraçado, parecia que o Will era apenas um figurante.

Depois de conseguir fazer Will votar em Rachel, Jesse se encontra com a moça no auditório, onde conta que ela ganhou. Ele também se declara e eles se beijam, porém dava pra ver que dessa vez ela não queria tanto isso. E enquanto tudo isso acontecia eu só fiquei pensando: “por favor Jesse, não use a Rachel de novo. Que isso tudo que ele esta dizendo seja verdade.”

Após o funeral, Finn terminou com Quinn. Ele disse que não sente algo tão profundo por ela. Então o que ele faz depois? Vai atrás da Rachel a tempo de ver a cena entra ela e Jesse no auditório. Eu gostava do Finn mais com o passar dos episódio passei e detesta-lo. Quando a Rachel esta com o Jesse, ele a desafia a ser uma cantora melhor. Ele aumenta seu ego? É claro, porém ela cresce com ele. Já quando ela esta com Finn, ela vira essa namoradinha que quer ficar perto dele constantemente e nem liga muito para sua carreira.

Por esse motivo não quero que ela volte com Finn. E agora que Jesse voltou ele decide que quer ela novamente? Qual é! É só o ego dele falando. Porque se ele não tivesse voltado Finn não teria terminado com Quinn. E Rachel ainda estaria em banho-maria.

No final Will decide que não vai criar individualismo no Glee, que eles vão se apresentar em grupo. Essa é boa. A meu ver, esse enredo só serviu para nos dar mais alguns solos, porque convenhamos, Rachel sempre consegue o dueto com Finn e depois na canção em grupo é praticamente ela quem canta .. tanto que a câmera só dá closes nela. Foi assim em quase todas as apresentações. A não ser aquela que Quinn cantou com Sam (à la Rachel e Finn).

E nos segundo finais descobrimos que Quinn não saiu do Glee após o término do namoro, pois tem grandes planos para Nova Iorque .... plano esse que só descobriremos no próximo e último episódio da temporada! Vocês já imaginam o que pode ser ?

Obs: Saudades do Blaine. Ele poderia ter aparecido pelo menos na cenado funeral, já que na festa de formatura ele até cantou, sendo que ele nem estuda lá!

Músicas Cantadas:

"Back to Black" - Santana
"Some People" - Kurt
"Try a Little Tenderness" - Mercedes
"My Man" - Rachel
"Pure Imagination" - New Directions

0 comentários:

Postar um comentário

 

Posts Comments

©2006-2010 ·TNB