Suits: 1x11 "Rules of the Game" [Review]

3 de set de 2011


1ª Exibição Original: 01/09/2011

Este episódio tinha tudo para ser perfeito, mas foi apenas uma introdução para o season finale que promete!

Temos a participação ilustre de Gary Cole como o promotor Cameron Dennis. E ele aparece para se certificar que Harvey não vai dedurá-lo. Assim descobrimos que após a faculdade, Jessica conseguiu que Harvey trabalhasse na promotoria para adquirir experiência e tendo Cameron como seu mentor. Donna também travalhava lá.

Agora (depois de 10 anos) Cameron esta sendo investigado por supostamente esconder provas para conseguir ganhar seus casos. Harvey é intimado, mas diz que não vai denúncia-lo. Quando Jessica pergunta porque ele saiu da promotoria - ele ficou lá apenas 2 anos - ele diz que descobriu que Cameron havia escondido provas de um caso, o cara era culpado e provavelmente ficaria livre, mas ele não concordou e saiu.


Jessica representa Harvey. Quando a promotora responsável pelo caso de Cameron ameaça processar Harvey por estar envolvido, ele pede para Cameron fazer um acordo, pois, não vai mentir se tiver que testemunhar. Cameron faz um acordo para ferrar Harvey, mas Jessica descobre e faz com que ele faça um novo acordo. Graças a Donna que mantinha provas contra Cameron e as entregou à Jessica. As duas juntas  roubaram toda a cena. Assim Cameron aceita o acordo e pede demissão.

Ainda no final vemos Harvey revirar todos seus antigos casos. Ele descobre que colocou Clifford Danner, que na época tinha 18 anos, atrás das grades. Mas ele é inocente! Cameron escondeu uma prova muito importante do caso. Ele esta preso há 12 anos. E quando Jessica pergunta o que ele pretende fazer ele apenas diz que vai tirá-lo de lá!


O caso do episódio não foi tão legal e nem tão explorado. Novamente Mike trabalhando sozinho significa uma coisa = perder. E é isso o que acontece. Quando Malcom Price morre deixando 10 companhias para serem divididas igualmente entre suas duas filhas que se odeiam, Louis e Harvey apostam Mike acreditando que vão ganhar.

Louis trapaceia  e descobre os planos de Mike para conseguir ficar com o jornal "nada mais que a verdade". Mike deixa o jornal para a outra irmã, Madison (a invejosa) e ela vende o jornal para a empresa que Kelsey (a irmã boa) comprou depois. Kelsey pagou 50% a mais do que a empresa valia e para Louis ele ganhou e Harvey nem se importa já que ele tem problemas maiores.

Após Louis ter dito a Jenny para tomar cuidado com Rachel e Mike, ela conversa com Mike. Ele lhe assegura que não há nada entre eles, assim, Jenny pede que Mike convide Rachel para um encontro duplo, para que ela possa ver que não há nada. Após conversar com Rachel e pedir para que ela vá, ela aceita. No restaurante quem ela leva para ser seu acompanhante? Kyle. Jenny percebe o quanto Mike fica com ciúme e diz que ele tem que se decidir, pois, ele não pode ter as duas.


No dia seguinte Mike acusa Rachel de ficar fazer esses joguinhos de propósito e de começar a se interessar por ele depois de saber sobre a Jenny. Foi exatamente o que disse no post anterior, ela só se interessou por ele quando descobriu que Mike já não estava mais disponível e levar Kyle foi golpe sujo porque ela sabe que os dois não se dão bem. Se antes eu tinha dúvida, agora não mais. Eu não gosto da Rachel e espero que Mike fique com a Jenny.

Pelo trailer do próximo episódio vamos ver mais um lado de Harvey, já que ele vai tentar libertar o homem inocente que ele colocou na cadeia.

Até a próxima!

0 comentários:

Postar um comentário

 

Posts Comments

©2006-2010 ·TNB