Guerra mundial Z [Review]

15 de jul de 2013


Decidi assistir Truque de mestre primeiro, mas essa filme mexeu tanto com a minha mente e me deixou tão indignda que decidi começar por ele. 

 Acho que é isso que acontece quando você pega um livro de entrevistas e relatos e transforma em filme, por ter várias histórias, isso te dá margem para escolher algumas hitórias ou caracteristicas e mudar todo o resto.

Quando a mídia diz que uma filme é baseado em um livro, você pode esperar que personagens ou histórias serão mudadas, porém com o filme World War Z a única coisa igual ao livro é o nome e ponto!



Esse acabou sendo apenas mais um filme de zumbi e o pior, mais um filme de zumbi com Brad Pitt! Ele não acrescenta nada novo no mundo zumbiresco. Bradd interpreta Gerry Lane, um ex- funcionário da ONU que é chamado para levar um médico até um certo lugar para tentar descobrir uma cura a essa coisa que os Estados Unidos acredita ser um tipo de gripe espanhola. Achei estranho que ninguém pense em fazer exames médicos em todo mundo como no livro, mas entendi que a linha de pensamento deles foi: uma vez infectado você morre em questão de segundos e por isso não há a necessidade de examinar ninguém!

Logo depois - literalmente - esse médico tropeça e morre! Missão over certo? Lógico que não, Gerry decide ir para Jerussalem, pois eles construíram um muro e cortaram contato com o resto do mundo antes do outbreak acontecer. Esse fato condiz com o livro (ler resenha aqui) e a respeito deles deixarem outras pessoas entrarem na cidade, mas esse negócio de zumbi escalar um no outro não acontece! E a cidade não é invadida.

Analisemos, para eles se reunirem e escalarem uns nos outros significa que eles devem ter algum tipo de raciocínio lógico certo? Se isso fosse verdade porque diabos uma doença injetada na veio ia fazer com que eles não quisessem te comer? Sei que já pulei para o final, mas a conclusão de Jerry que eles ficam ''camuflados''quando doentes não faz sentido se pensarmos dessa forma. Ficou parecendo que os zumbis eram bichos que só escutavam como no filme Ataque dos vermes malditos.

Outra coisa que me imprecionou foi a habilidade de correr e quase voar desses zumbis, uma nova modalidade foi criada: zumbi aranha!

A China que no livro teria sido o lugar onde o primeiro caso ocorreu nem foi mencionada. E uma das partes mais importante do livro apareceu de forma fraca: os cachorros. Muito países (incluindo Israel) inicialmente usavam cães para identificar as pessoas infectadas e depois os cães se tornaram parceiros de soldados facilitando na matança, sem dúvida a parte mais legal do livro.

Mais uma parte fail do filme, se ninguém precisa fazer exame médico devido a doença se espalhar em segundos, porque então colocaram uma lanterninha na cara do Brad e o outro cara na primeira base que eles foram de avião para checar suas pupilas?

Tivemos a típica cena do telefone tocar no momento em que não pode! E sinceramente Brad/Gerry se mostrou como um bombril, cheio de utilidades! Ele é investigador, médico e cozinheiro nas horas vagas! O que foi aquilo de cortar a mão da soldado? Acho que o roteirista tinha acabado de assistir Walkind Dead, os segundos que elevaram para ele ter essa reação teria sido tarde, pois o sangue que temos dentro de todos nós circula muito rápido, sendo assim ela deveria ter se transformado.

Voltando a parte final do filme, quando Gerry se injeta com alguma doença e anda no corredor como se fosse invisível foi tão bonito e aquela música de fundo foi tão poética, só faltou aparecer a bandeira americana para simbolizar que isso é patriotismo. E também tivemos um comercial da Pepsi, isso mesmo, de repente há várias pepsis e ele abre uma e toma... coisa de louco!

Confesso que não esperava muito desse filme desde que escalaram o Brad Pitt, mas por terem gasto cerca de 200 milhões esperava que eles conseguissem mostrar que eu estava errada, o que infelizmente não aconteceu. Esse filme é ruim, se você gostou parabéns, não vou te julgar porque opinião é que nem bunda, cada um tem a sua, mas pode ter certeza que esse filme nem entra na minha lista de filmes de zumbi, assim como aquele filme com Will Smith, Eu sou a lenda.


1 comentários:

wagfebar disse...

Achei o lance da camuflagem um a invenção sem sentido, faltou vontade aos roteiristas, escritores qualquer pessoa que pudesse levantar-se e dizer: Gente será que vai cola?

Filme cheio de furos e teorias incompletas.

Esperava mais...

Notas 8 pela ação, 8 pelas imagens e 2 pelos furos no roteiro.

8+8+2=18/3 Nota Geral 6 (com muita boa vontade)

Postar um comentário

 

Posts Comments

©2006-2010 ·TNB