The Black List: 1x01 ''Pilot'' [Review]

24 de set de 2013


Ontem estreou The Black List estrelado por James Spader. Essa é uma das séries que eu estava aguardando estrear e tinha certeza de que não ficaria decepcionada, afinal Spader sempre brilha nesse tipo de papel!! 


Raymond “Red” Reddington adentra o prédio do FBI e pede para ver o Diretor Harold Cooper. Logo, é identificado e preso. E então começamos a descobrir aos poucos por que um dos criminosos mais procurados do FBI decidiu se entrega voluntariamente.

Os personagens principais, Red e Elizabeth Keen (interpretada por Megan Boone, que foi muito bem no piloto), já nos primeiros minutos são apresentados através de interessantes artifícios utilizados pelo criador Jon Bokenkamp.

Ele se formou marinheiro naval, com honras, aos 24 anos. Fez uma admirável carreira, alcançando um alto posto até que no natal, em 1990, foi supostamente encontrar a esposa e a filha, porém nunca mais foi visto. E a partir daí ele começou uma nova profissão no mundo do crime. Atuando em vários pontos do mundo, sem ligação hierárquica com qualquer governo ou qualquer agenda política, Red construiu reputação e ganhou o apelido de Concierge do crime.


Elizabeth Keen é uma profiler recém-formada em Quântico, durona, que teve problemas com os pais, quer ter filhos para reescrever seu próprio passado, é um tanto quanto narcisista e tem pouca empatia com as pessoas; mas é genial ao decifrar mentes criminosas.

E esse é um dos pontos de destaque do seriado: seus personagens principais. Eles são ambos cativantes, obstinados, bem construídos e enigmáticos. Se no começo Red parecia estar no controle, isso mudou quando Elizabeth quase perdeu seu marido, tendo até coragem de enfiar uma caneta no pescoço do ''vilão''.

A trama do episódio envolve um terrorista chamado Zamani, que tem planos de sequestrar a filha de um general como vingança, pois foi por causa desse general que sua família morreu e como ele esta morrendo não tem nada a perder. E infelizmente eles conseguem pegar a menina.

No final vemos que Red parece estar um passo a frente sempre, foi ele quem mandou Zamani deixar o marido de Liz bem machucado, mas aparentemente ele só fingiu que estava de acordo com os planos do moribundo, pois ele ainda tem uma reputação no ''submundo''. Achei isso ótimo, uma especie de Neal Caffrey (White Collar) e Haniball.

No final do episódio a menina foi deixada com uma bomba em um zoológico para matar várias pessoas e crianças. Com a ajuda de um ''amigo'' de Red, Liz consegue salvar a menina, só que é preso novamente.


E é logico que não poderia parar por aí, Red diz que gostou de trabalhar dessa forma e que quer fazer isso novamente, com imunidade total. E diz ter uma Black List, com nomes de terroristas, políticos corruptos, espiões, assassinos... enfim, pessoas que nem mesmo o F.B.I. conhece. Mas que ele só irá falar com Liz. E ela em um episódio de raiva tira o carpete com o sangue do marido e acha uma parte falsa, e dentro encontra muuuito dinheiro e vários passaportes dele.

No final vemos ela ir visitar seu ''novo amigo'', que aparentemente sabia que ela havia encontrado algo sobre o marido. Com isso há muitas perguntas a serem respondidas como: Por que Red está tão obcecado por Liz? Como ele sabe sobre o marido de Liz? Será que este é também um bandido ou espião? Temos váios ganchos para uma série que na minha opinião tem tudo para dar certo.

É por todas essas perguntas e por um piloto sólido e muito bem desenvolvido que acho que essa série deva entrar na lista de seriados a se assistir!!

0 comentários:

Postar um comentário

 

Posts Comments

©2006-2010 ·TNB