Suits: 1x04 "Dirty Little Secrets" [Review]

21 de ago de 2011


1ª Exibição Original: 14/07/2011

Um ótimo episódio. Dessa vez o destaque foi Jéssica, conhecemos um pouco mais de sua vida.

Harvey (Gabriel Macht) assume o caso de Quentin Sainz (Russell Hornsby). A empresa de Sainz está sendo processada em uma ação coletiva contra um medicamento criado por ele e que promete prolongar a vida de pacientes com E.L.A., conhecida como a doença de Lou Gehrig. A E.L.A. é incurável, uma condição na qual a mente está consciente, mas o corpo não obedece mais. Uma pessoa com E.L.A. não tem mais do que 3 a 5 anos de vida. De acordo com alguns usuários do medicamento a droga está causando insuficiência hepática e não cumpre o prometido. Inicialmente Harvey fica sem querer assumir o caso porque acha que não pode ganhar a ação e defender Sainz.

Jessica Pearson (Gina Torres) tem uma grande poder de persuazão e o convence a aceitar o caso, afinal, Sainz é seu ex marido. Isso mostra que até a entrada de Mike, tanto Jéssica quanto Harvey não compartilhavam suas vidas pessoais. Harvey até se sente um pouco traído por não ter ficado sabendo que ela havia casado enquanto ele estava em Harvard. Para aceitar o caso, ele pede que ela não interfira no caso. O processo contra Sainz vai se complicando ainda mais quando Lisa Parker (Sharon Leal) namorada atual de Sainz e com quem ele teve um caso enquanto ainda era casado com Jéssica, confessa ter tirado um paciente do teste que demostrou sinais de insuficiência hepática.

O advogado das vítimas pede U$250 milhões. Sem ter mais o que fazer, os advogados (Harvey e Jéssica) reunem os requerintes e Sainz mostra um vídeo mostrando que ele também tem a doenças, mas que o remédio o curou e pede para que eles aceitem fazer parte da companhia e para ajudar a descobrir porque algumas pessoas não conseguiram ficar bom do jeito que ele ficou, e todos aceitam. Como Jéssica mesma diz eles não vão aproveitar o dinheiro, a cura é melhor.


Mike Ross (Patrick J. Adams) teve um caso solo. Após um jogo de trivia, ele ganha um caso pro bono. Um simples caso de direito imobiliário. Todos diziam que era fácil de se ganhar, mas ele perdeu. Graças a Harvey, Mike vê um quadro maior. E com a ajuda de Rachel (Meghan Markle) descobre que na verdade o dono do prédio, Johnny Karinski (Paulino Nunes) esta obrigando os inquilinos a se mudarem para que ele possa renovar o prédio e vender para pessoas com mais dinheiro por um preço maior. Adorei quando ele foi falar com Karinski e sua advogada, Vivien Tanaka (Christina Chang). E Harvey "assistindo" até não aguentar e dizer uma palavra ou duas.

Eu não gosto de Louis, mas ele é uma figura interessante, e a química entre ele e Mike é bem legal, as cenas deles ficam bem legais. Mas não tão legais quanto entre Mike e Harvey. Adorei ver que Donna esta se tornando parceira de Mike, até lhe dando um terno de Harvey para usar e o diálogo ou melhor zuação de Mike por Harvey ter comprado um terno com colete e este responder dizendo que "isso vindo de um homem com capacete de bicicleta" foi hilário, pra mim a cena mais engraçada. Um detalhe interessante: quando Harvey zomba de Mike dizendo que ele é canadense, na realidade Patrick J. Adams é realmente canadense.

Até que não demorou muito para Mike tentar sair com Rachel, ainda bem que ela disse não. Prefiro que eles ainda sejam só amigos e que a série explore primeiro a vida e personalidade de cada uma. Se eles já formarem um casal, não conheceremos eles tão bem assim. Quem sabe na 3º temporada, já que Suits já tem 2º temporada garantida!

0 comentários:

Postar um comentário

 

Posts Comments

©2006-2010 ·TNB