White Collar 2x09: "Point Blank" [Review] (Summer Finale)

8 de set de 2010


1ª Exibição Original: 07/09/2010
1ª Exibição Brasil: 31/03/2011

Este summer finale me deixou feliz e triste ao mesmo tempo. Só sei que vai ser muito difícil aguentar até janeiro para o resto da temporada.

Peter, Neal e Mozzie escutam a melodia da caixinha de música com um pente que estava escondido na tampa. Mozzie acredita que o som possa ter algum tipo de mensagem secreta e leva para um amigo que conhece muito sobre isso.

Neal acha que Alex talvez tenha desvendado esse código por ter passado um tempo com a caixa. Ele descobre que ela esta roubando as coisas que ela mesma vendeu para vender para outros compradores e ter dinheiro. 


Adorei como Neal criou um caso que interessaria Peter, só para ele ter como falar com Alex. E não é que dá certo. Eles se en contram e ela diz que há pessoas que ainda procuram por ela, então, Neal a convence de roubar a caixinha de música da casa de Diana e devolver ao museu russo para quem quer que esteja atrás dela, a deixe em paz.

Ela faz isso. O pior é que Peter estava realmente comprindo sua parte do trato de não esconder nada de Neal, e este por sua vez faz uma coisa dessas. É claro que tanto Diana quanto Peter sabem que foi Neal o responsável. Sobre o roubo só gostaria de acrescentar que a trilha de fundo quando Alex foge na hora que Diana estava entrando em seu apartamento foi eletrizante e perfeita para cena!

Não sei se já chegou a dizer isso, mas agora é hora: Eu adoro a Alex. Acho todas as suas participações excelentes e a química entre dela e Neal perfeitas. A gente consegue sentir as faíscas soltando de cada ironia trocada. Eu gostaria muito de ver Alex ajudando o Neal  em suas missões, mas eu também sei que um dos charmes da personagem é esse de aparecer e desaparecer subitamente.  


Com  a caixinha no museu, quem aparece lá é Fowler. Peter vai atrás dele. O bandido se tranca dentro de uma sala. Neal então usa a chave que ele consegui do episódio passado que abre seu rastreador e vai até o museu também. Ela consegue escapar de Diana e entrar pela janela onde Fowler esta. Ele até que tentou matar o cara, mas quando Peter esta por perto Neal sempre faz a coisa certa.

O que eu não consegui engolir foi quão rápido Fowler abriu o bico para Peter. Dizendo que comprou os explosivos que estavam no avião a mando de Kate e que ela queria fingir a morte dela e de Neal para que eles pudessem começar do zero sem ninguém para atrapalhar, só que alguém acionou a bomba antes. E que não foi pra ele que ela ligou antes de morrer. Ele não podia ter contato isso antes. E a história de que ele matou a assassino de sua mulher e que vinha sendo chantageado por isso também é muito sem graça.


Mas foi graças a ele também que descobrimos quem é o cara que foi no dia do encontro e que fugiu antes que Peter e Diana pudessem ver quem era. Ele é um tipo de intermediário entre Fowler e o "chefão", seu nome é Julian Larssen. Aparentemente Fowler e Larssen treinaram juntos nas Forças Especiais.

Eu acho que isso tudo já me encheu chega de Kate e da droga da caixinha de música, botem fogo nessa merda e vamos inventar uma história melhor para a série. Uma coisa que não posso negar é que a série é tão boa em alguns aspectos que por um segundo eu até pensei que a Alex poderia ter sido a assassina que matou o amigo de Mozzie.


Infelizmente Peter vai salvar a pessoa errada, porque apesar de Neal ter estado na loja, não é ele quem corre perigo e vemos isso nas cenas finais quando Julian Larssen dá um tiro em Moz! Eu sei (bem no fundo) que não vão mataer o Mozzie.. a série não é nada sem ele, a parte comica vem mais dele do que qualquer outro personagem. 

Esse hiatus, definitivamente, vai ser bem mais longo do que eu imaginava.

0 comentários:

Postar um comentário

 

Posts Comments

©2006-2010 ·TNB