White Collar 1x01 "Pilot" [Review]

21 de fev de 2010


1ª Exibição Original: 23/10/2009
1ª Exibição Brasil: 05/08/2010

Eu vi as propagandas e até recebi e-mails da USA Network informando sobre o lançamento da série, apesar de ter ficado curiosa, não tive forças para assistir a mais uma série. Daí o motivo de ter começado a acompanhar a série somente agora.

Ao ler um pouco sobre a série achei que seria uma cópia barata de “Prenda-me se for capaz”, porém, para minha alegria a história é diferente em vários aspectos.

No episódio piloto, a série nos apresenta Neal Caffrey (Matthew Bomer), um mestre no crime do colarinho branco que foge de uma prisão de segurança máxima faltando apenas alguns meses para o fim de sua pena, a fim de encontrar Kate, o amor de sua vida que decidiu ir embora. O único que foi capaz de prendê-lo foi o Agente Especial do FBI, Peter Burke (Tim DeKay). Caffrey é novamente capturado, mas oferece seus serviços ao agente em troca de liberdade assistida. 


Peter demora e depois aceita a proposta de Neil. Eles começam a trabalhar juntos em um caso de falsificação. Através da análise de velhos livros, Neal percebe as intenções de Hagen.Os livros foram publicados em 1944, assim ele retiraria as páginas em branco e conseguiria falsificar o Spanish Victory Bond com valor de U$ 248.000 e, multiplicado por 600 cópias, teria 150 milhões de dólares. Paralelo às investigações de Curtis Hagen, Neal conta com a ajuda de Mozzie, um fiel amigo que está ajudando-o a encontrar pistas sobre o paradeiro de sua namorada e foi peça-chave na descoberta das falsificações de Hagen, através da assinatura dele, um “CH” na peça copiada.

Mesmo sabendo de todos os passos do criminoso e ainda descobrindo o galpão onde as cópias estariam sendo reproduzidas, as leis americanas não permitem uma invasão há qualquer lugar sem provas concretas. A solução que Neal achou para conseguir pegar o bandido para não voltar para cadeia foi de invadir o lugar, como ele usa um rastreador no perna a policia pode invadir o local em busca dele, podendo assim entrar no local e prender Hagen.

Tudo acaba bem. Como Peter e Elizabeth completaram um aniversário de casamento , eles vão viajar, vamos ver se no próximo episodio veremos Neal sozinho tentando rastrear sua amada, ou se já terá se passado uma semana e Peter já terá voltado!?

Bomer além de ser incrivelmente lindo, tem um carisma enorme, eu me lembro dele em Tru Calling... e a química entre ele e DeKay é impressionante. Uma das cenas mais engraçadas foi quando Caffrey conhece uma viúva rica e consegue sair do “hotel” horrível onde estava e virar hospede dela, a cara de inveje de Peter é muito engraçada.


Outra cena adorável é de Neal na casa de Peter conversando com sua esposa e brincando com seu cachorro!

Ainda estou pensando se gosto ou não da personagem de Tiffani Thiessen, a mulher de Peter. Eu adoro esta atriz, ela tem um jeito diferente e adorável, contudo, seu papel pareceu bem clichê, a mulher que cozinha e espera pelo homem que nunca chega no horário e nem liga para avisar, mas que ela sempre entende!

Como episódio piloto este episódio foi muito bom e se destacou. Pretendo continuar assistindo. Até o próximo post.

0 comentários:

Postar um comentário

 

Posts Comments

©2006-2010 ·TNB