AI-5 DIGITAL: DIGA NÃO !!!!!!!!!!!!!!!

18 de ago de 2009



Não é de hoje que o projeto AI5 digital do senador Azeredo, está tentando acabar com a nossa liberdade, mas site que eu baixava seriados foi tirado do ar ‘temporariamente’! Sendo assim decidi postar neste meu blog também a respeito desta lei ridícula...

Se você tivesse o poder de copiar sua casa, seu carro e todos os seus bens para distribuir gratuitamente às pessoas, sem perder o que é seu?

Na internet isso é possível. Com a troca de arquivos não existem diferenças entre ricos e pobres, todos temos acesso a músicas,livros e softwares gratuitamente.

Mas, infelizmente, as grandes corporações e os políticos corruptos querem criminalizar a troca de arquivos transformando a internet em um lugar sem privacidade e desigual, construindo um verdadeiro apartheid digital.

Junte-se a nós e não perca o seu direito de acesso à cultura e entretenimento gratuito.


Atenção: diga não ao projeto do senador Eduardo Azeredo(AI-5 digital) que criminaliza o compartilhamento de arquivos, impedindo assim o progresso cultural e a igualdade social.



A Internet é uma rede de comunicação aberta e livre. Nela, podemos criar conteúdos, formatos e tecnologias sem a necessidade de autorização de nenhum governo ou corporação. A Internet democratizou o acesso a informação e tem assegurado práticas colaborativas extremamente importantes para a diversidade cultural. A Internet é a maior expressão da era da informação.

A Internet reduziu as barreiras de entrada para se comunicar, para se disseminar mensagens. E isto incomoda grandes grupos econômicos e de intermediários da cultura. Por isso, se juntam para retirar da Internet as possibilidades de livre criação e de compartilhamento de bens culturais de de conhecimento.

Um projeto de lei do governo conservador de Sarkozi tentou bloquear as redes P2P na França e tornar suspeitos de prática criminosa todos os seus usuários. O projeto foi derrotado.

No Brasil, um projeto de nome AI-5 Digital que diz respeito aos crimes na Internet aprovado e defendido pelo Senador Azeredo está para ser votado na Câmara de Deputados. Seu objetivo é criminalizar práticas cotidianas na Internet, tornar suspeitas as redes P2P, impedir a existência de redes abertas, reforçar o DRM que impedirá o livre uso de aparelhos digitais. Entre outros absurdos, o projeto quer transformar os provedores de acesso em uma espécie de polícia privada. O projeto coloca em risco a privacida de dos internautas e, se aprovado, elevará o já elavado custo de comunicação no Brasil.

POR ISSO SE VOCÊ QUER TER O DIREITO DE CONTINUAR RECEBENDO E PASSANDO INFORMAÇÃO DIGA NÃO ... POIS O DIREITO DE PRIVACIDADE É NOSSO ..........

0 comentários:

Postar um comentário

 

Posts Comments

©2006-2010 ·TNB